Comércio internacional

O Estado de São Paulo exportou US$ 45,5 bilhões, em 2015, respondendo por 24% das exportações brasileiras. O equivalente a 38% desse valor foi gerado por 15 produtos, entre os quais açúcares (de cana e sacarose), aviões, automóveis, álcool, carnes desossadas de bovino, suco de laranja e café. Os dados são do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC-2015).

Do total de produtos exportados, 19,6% é destinado ao Mercosul, 13,7% para a União Europeia, 33,2% para a Associação Latino-Americana de Integração (Aladi) e 22,4% para o Acordo de Livre Comércio da América do Norte (NAFTA). Para a Ásia, exclusive países do Oriente Médio, é destinado 16,4% de tais produtos. Por fim, dentre os principais países compradores de produtos paulistas, destacam-se os Estados Unidos (EUA), com 17,6%, e a Argentina, com 13,1% das exportações paulistas.

Nas importações, também se verifica a importância dos produtos manufaturados: 39,5% das compras externas brasileiras de manufaturados são realizadas pelo Estado de São Paulo. Para os produtos básicos, a participação paulista corresponde a cerca de 25,9% do total importado pelo País.

Principal fornecedor externo do Estado de São Paulo, os EUA respondem por 18,0% do valor das importações paulistas, seguido logo atrás pela China (17,2%) e Alemanha (8,5%).

Saiba mais sobre os alguns dos principais setores econômicos de São Paulo. 

Venha investir em São Paulo

A Investe SP está sempre pronta para atendê-lo de forma rápida, eficaz e gratuita. Saiba como a Agência Paulista de Promoção de Investimentos pode assessorar o seu projeto em Nossos Serviços ou entre em contato com nossos especialistas no Fale Conosco.