Comércio

O Estado de São Paulo responde por quase um terço do comércio brasileiro. O setor paulista registra uma receita bruta anual de mais de R$ 1 trilhão, congregando 28,7% dos estabelecimentos e 29,1% do pessoal ocupado no País. O varejo é o principal segmento do comércio do Estado, com 49,7% de sua margem de comercialização. Em seguida vêm o atacado e o grupo que agrega o comércio de veículos, peças e motocicletas, conforme dados de 2014, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE - 2014).

Com mais de 515 mil estabelecimentos, o setor comercial paulista emprega 3 milhões de pessoas, que recebem por volta de R$ 67 bilhões em salários, retiradas e outras remunerações. O comércio varejista é o maior empregador, com 72,7% das pessoas ocupadas. 

No varejo, o principal segmento é o de comércio de outros produtos em lojas especializadas, que agrega 34,7% de seus estabelecimentos comerciais e 30,9% do pessoal ocupado do setor. Estão computadas nesse grupo atividades como o comércio varejista de produtos farmacêuticos, eletrodomésticos, equipamentos de informática e comunicação, móveis e material de construção.

O ramo de supermercados e hipermercados, com 0,9% dos estabelecimentos do comércio, participa com 11,5% do pessoal ocupado, 10,6% da margem de comercialização e 11,7% dos salários e retiradas do setor.

O comércio atacadista, com mais de 70 mil estabelecimentos no Estado, responde por 43,4% da margem de comercialização. Com aproximadamente 35,2% da margem do setor atacadista, o principal segmento é o de equipamentos e artigos de uso pessoal e doméstico.

Já o comércio de veículos, peças e motocicletas participa com 7,0% da margem de comercialização e 8,1% do pessoal ocupado do Estado no comércio.

Saiba mais sobre alguns dos principais setores econômicos de São Paulo.

Venha investir em São Paulo

A Investe SP está sempre pronta para atendê-lo de forma rápida, eficaz e gratuita. Saiba como a Agência Paulista de Promoção de Investimentos pode assessorar o seu projeto em Nossos Serviços ou entre em contato com nossos especialistas no Fale Conosco.