Equipamentos, dispositivos e materiais de saúde

O Brasil gastou quase 10% do seu PIB em saúde e conquistou uma posição de destaque entre os países em desenvolvimento nos últimos anos. Esse reconhecimento está refletido no levantamento da Global Health Intelligence de 2017, que indica o País como um dos mercados de saúde mais importantes e vitais da América Latina. E o segmento de equipamentos e dispositivos médicos é uma das principais áreas de crescimento que, segundo a GlobalData, terá uma taxa composta de crescimento anual (CAGR) de 7,5%, atingindo US$ 14,2 bilhões até 2020.

O setor é segmentado em: Odontologia (Equipamentos, material de consumo e instrumental), Laboratório (Equipamentos, reagentes e produtos de consumo), Radiologia (Aparelhos, acessórios e materiais de consumo), Equipamentos médico-hospitalares (Mobiliários não elétricos, eletromédicos, instrumentos cirúrgicos, equipamentos fisioterápicos e hotelaria), Implantes (Ortopédicos, neurológicos, cardíacos e outros) e Materiais de consumo (Hipodérmicos, têxteis, adesivos e outros).

Esta indústria é um importante pilar da economia nacional e paulista. O Estado de São Paulo concentra mais de 59% das indústrias de equipamentos e materiais, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos e Odontológicos (ABIMO). São cerca de 405 empresas no território paulista, a maior parte representada por fabricantes de materiais para medicina e odontologia.

O estado paulista também concentra 9,6 mil funcionários altamente capacitados, o correspondente a 61% do total do setor no Brasil, de acordo com dados do RAIS, Ministério do Trabalho e Emprego de 2016. As indústrias dos municípios paulistas respondem por 46% do Valor da Transformação Industrial (VTI) do setor.

Além da concentração de empresas e de mão e obra qualificada, o Estado conta com cinco Parques Tecnológicos especializados em Ciências da Vida e Cuidados com a Saúde, localizados em Ribeirão Preto, São José dos Campos, São Carlos, Botucatu e Campinas.

 

Por que investir na indústria de equipamentos e dispositivos de saúde paulista?

  • 59% das indústrias estão concentradas no Estado de São Paulo.
  • Possui cinco parques tecnológicos especializados em Ciências da Vida e Cuidados com a Saúde.
  • Mão de obra qualificada.
  • Concentração de potenciais parceiros na área de Pesquisa & Desenvolvimento do setor.

 

 

Fale Conosco

Nós convidamos você a descobrir por que o Estado de São Paulo é a escolha certa para seu negócio. A Investe São Paulo está sempre pronta para atendê-lo de forma rápida, eficaz e gratuita. Saiba como a Agência Paulista de Promoção de Investimentos pode assessorar seu projeto em Nossos Serviços ou entre em contato pelo Fale Conosco.