Perguntas frequentes

Serviços e a atuação da Investe SP

1. A Investe SP é uma empresa privada ou pública?
A Investe SP é um Serviço Social Autônomo, pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, de interesse coletivo e de utilidade pública, criada pela Lei nº 13.179, de 19 de agosto de 2008 e instituída pelo Decreto n° 53.766 de 5 de Dezembro de 2008. Saiba mais
2. Que empresas podem ser atendidas pela Investe SP?
É importante ressaltar que a Investe SP atende todos os tipos de empresas. Porém, a prioridade são os projetos relevantes para o Estado de São Paulo devido ao impacto na geração de emprego e renda para a população e à possibilidade de gerar resultados benéficos na área de desenvolvimento tecnológico, inovação e sustentabilidade.
3. Existem setores de negócios considerados estratégicos para a Investe SP?
A agência atende empresas de todas as áreas econômicas, mas há cinco setores estratégicos de prospecção, em que a Investe SP está atuando pró-ativamente para atrair empresas para São Paulo: Economia Verde, Aeroespacial e Defesa, Saúde e Ciências da Vida, Tecnologia da Informação, e Petróleo e Gás.
4. Quanto custam os serviços da Investe SP?
Por ser um serviço social autônomo sem fins lucrativos, a Investe São Paulo não cobra por nenhum de seus serviços.
5. A Investe SP pode indicar empresas para ajudar em meu projeto estrangeiro no Estado de São Paulo?
Neste caso, o que a agência faz é indicar associações e outras entidades de classe que agrupam diversas empresas do setor solicitado. Por ser de interesse público, a Investe SP não pode indicar empresas privadas para empresas privadas.
6. Como posso oferecer meus serviços de publicidade à Investe São Paulo?
Entre em contato com a equipe de comunicação por meio do e-mail imprensa@investesp.org.br.
7. Como posso oferecer outros produtos à Investe São Paulo?
A maior parte dos serviços contratados pela Investe São Paulo é selecionada por processos de licitação ou tomadas de preço. Você pode entrar em contato no canal Fale Conosco se tiver outras dúvidas sobre o assunto.
8. A Investe São Paulo pode me passar o contato de uma empresa que anunciou investimentos com auxílio da agência para que eu possa vender meu produto?
A Investe SP não tem permissão de passar o contato de seus clientes devido a cláusulas contratuais com as empresas.
9. Como são feitos os números do “São Paulo em Mapas”?
O São Paulo em Mapas é uma ferramenta que reúne dados de diversas fontes, como o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade).
10. Há redução de custos na energia elétrica para projetos apoiados pela Investe?
A Investe SP apenas faz a ponte entre as empresas e as concessionárias de serviços públicos, orientando sobre documentações e agendando reuniões. O fato de a empresa ser cliente da Investe SP não altera os valores pagos a essas empresas./dd>
11. A Investe SP pode dar benefícios fiscais para a minha empresa?
Não. Os benefícios fiscais oferecidos pelo Estado de São Paulo são leis e decretos aprovados pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz). O que os especialistas da Investe São Paulo fazem é verificar quais são os benefícios existentes para os produtos das empresas atendidas. Às vezes, a Investe SP também auxilia as empresas na realização de pleitos para a Secretaria da Fazenda do Estado, normalmente pedindo que um determinado produto seja incluído em um decreto ou lei que já está disponível para outros similares.
12. A Investe SP empresta recursos ou oferece linhas de crédito?
Não. A agência somente intermedia o contato com a Desenvolve SP – Agência de Desenvolvimento Paulista. Trata-se de um banco estatal que promove o desenvolvimento do Estado por meio de operações de crédito consciente e de longo prazo para pequenas e médias empresas e prefeituras paulistas. Saiba mais em www.desenvolvesp.com.br
13. A Investe São Paulo pode me ajudar a exportar para São Paulo?
Caso você esteja procurando um parceiro para exportar, sugerimos que você utilize o portal Encontre um Sócio, criado pela Investe SP. No site, é possível cadastrar sua empresa e anunciar que tipo de parceiro procura. O sistema de matchmaking te apontará possíveis parceiros e/ou empresários que estejam procurando empresas como a sua. Caso seu interesse seja apenas vender produtos, sem ter uma sede da empresa no Estado, recomendamos que você entre em contato com a Associação Brasileira das Empresas de Logística (Aslog), a Associação Brasileira de Assessoria e Consultoria em Comércio Exterior (Abracomex), ou a Associação Brasileira das Empresas de Comércio Exterior (Abece).
14. A Investe São Paulo pode me ajudar a importar ou exportar produtos?
A Investe São Paulo assessora apenas as empresas que querem investir no Estado de São Paulo. Para obter ajuda com importação ou exportação de seus produtos, recomendamos que entre em contato com a Apex Brasil: www.apex.com.br
15. A Investe São Paulo pode me ajudar a encontrar um investidor para apoiar o meu projeto de investimento?
Sim, por meio do portal Encontre um Sócio. No site, é possível cadastrar sua empresa e anunciar que tipo de parceiro procura. O sistema de matchmaking te apontará possíveis parceiros e/ou empresários que estejam procurando empresas como a sua.
16. Como encontro a melhor região para instalar minha empresa?
Cadastre seu projeto por meio do Fale Conosco, provendo a maior quantidade de informações possível. Nossos técnicos irão analisar as necessidades de sua empresa e entrar em contato para que, junto com você, possamos verificar quais são os municípios que melhor se encaixam com seu investimento.
17. Como ofereço terrenos para que a Investe SP indique às empresas que atende?
A Investe São Paulo colhe informações sobre terrenos nos municípios de acordo com o que é disponibilizado pelas prefeituras. Portanto, se você sabe ou possui um terreno disponível, avise à prefeitura de sua cidade e certifique-se de que ela irá cadastrá-lo no site da Investe SP.
18. Qual o envolvimento da Investe SP na qualificação de mão de obra no Estado?
Muitas vezes, quando uma empresa decide se instalar em determinado município e não existe mão de obra qualificada suficiente, a Investe SP entra em contato com o Centro Paula Souza, órgão do governo do Estado responsável pelas Faculdades de Tecnologia (Fatecs) e pelas Escolas Técnicas (Etecs), e solicita a criação de um curso voltado para as necessidades dessa nova indústria, que absorverá a maior parte dos alunos formados. Esse é um bom exemplo de como os setores público e privado podem trabalhar juntos.
19. Como é realizada a seleção de municípios apresentados aos investidores?
A seleção de municípios é feita com base no banco de dados da Investe SP sobre as 645 cidades do Estado. Constantemente, a agência busca atualizar e ampliar seu banco de dados com informações como, por exemplo, quais benefícios municipais são oferecidos às novas empresas, quais áreas estão disponíveis para empreendimentos, que tipo de mão de obra qualificada é formada na região, entre outros. Essas informações são utilizadas para elaborar a lista de cidades que atendem às necessidades de cada empreendimento. Com essa lista em mãos, cabe ao investidor decidir o local que julga mais adequado para instalar a nova planta ou expandir seu negócio. Isso facilita a escolha do empresário.
20. Quais são as estratégias para atrair mais investimentos para o Estado?
Para atrair mais investimentos para o Estado, a agência promove a imagem de São Paulo no Brasil e no exterior, disponibilizando informações que contribuem para a consolidação do Estado como principal destino de investimentos da América Latina. Outra frente de atuação da Investe SP é propor que as políticas públicas existentes no Estado sejam aprimoradas, com o objetivo de tornar a economia paulista mais competitiva, reduzindo as desigualdades regionais e aumentando a geração de emprego e renda para a população. Quando a agência auxilia os municípios paulistas no atendimento ao investidor e no desenvolvimento do ambiente de negócios, também está contribuindo para tornar o Estado mais atraente aos investidores.
21. Quais são os principais parceiros da Investe São Paulo?
Entre os principais parceiros da Investe SP estão prefeituras, universidades, centros e institutos de pesquisa e desenvolvimento, embaixadas, consulados, associações e câmaras de comércio.

Processos seletivos para contratação de funcionários da Investe SP

1. Como os funcionários da Investe SP são selecionados?
Por meio de processos seletivos públicos divulgados no site.
2. Para quem posso enviar meu currículo?
Nossa sugestão é que você acompanhe as notícias, redes sociais e newsletters da Investe São Paulo para ficar sabendo de novos processos seletivos.
3. Como os funcionários da Investe SP são contratados?
Por meio de registro em carteira de trabalho, conforme premissa da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Problemas técnicos, de acesso ao site, e-mail e login

1. Esqueci minha senha. O que fazer?
Basta clicar no botão “Esqueceu sua senha?”, que esta senha será enviada para o seu e-mail.
2. Como me cadastro para receber a newsletter da Investe SP?
Basta preencher o formulário no link Receba nossos boletins.
3. Me cadastrei para receber a newsletter mas não estou recebendo o material. O que devo fazer? Quais são os procedimentos?
Verifique se o endereço de e-mail imprensa@investesp.com.br não está bloqueado em seu servidor de e-mail ou direcionado para a caixa de spam. 
4. Com que frequência é enviada a newsletter da Investe SP?
Mensalmente.

Prefeituras

1. Como a Investe SP pode ajudar no desenvolvimento dos municípios do Estado?
Quando uma empresa atendida pela Investe SP se instala numa cidade, gera empregos e renda. A demanda por mão de obra especializada também costuma impulsionar o ensino profissionalizante. Além disso, toda uma cadeia de fornecedores se estrutura para atender às necessidades da nova empresa. É assim que a Investe São Paulo ajuda no desenvolvimento regional. Outra parte importante do trabalho da Investe SP é auxiliar os municípios no atendimento ao investidor e no desenvolvimento do ambiente de negócios, além de estabelecer intercâmbios com organismos congêneres e agentes financiadores. Esse serviço é feito com o objetivo de estimular a competitividade da economia, a redução das desigualdades regionais, a geração de emprego e renda e a inovação tecnológica.
2. Como meu município pode fazer parte dos projetos ou receber a instalação de uma empresa atendida pela Investe SP?
Quando uma empresa pede à Investe SP para fazer a localização de área para seu investimento, a agência primeiramente verifica quais são as necessidades do projeto. Por exemplo: tamanho do município, proximidade de aeroportos/portos, tipo de estrada necessária, proximidade de algum fornecedor/cliente, entre outros. A partir daí, todos os municípios que respondem a essas necessidades são considerados, e informações mais detalhadas são transmitidas ao investidor. As informações são fornecidas pelos próprios municípios, por meio de uma área exclusiva no site da Investe SP. Entre em contato com sua prefeitura e forneça a maior quantidade de informações e detalhes possíveis para que a Investe SP atenda o investidor com eficiência e rapidez.
3. Gostaria que a Investe SP realizasse um seminário ou programa de captação em minha região. Como fazer?
Entre em contato com a agência por meio do Fale Conosco e faça a sua solicitação. Você será contatado pela Gerência de Relações Institucionais e Internacionais (GGRII).
4. Como posso oferecer terrenos de minha cidade para as empresas atendidas pela Investe São Paulo?
Entre em contato com sua prefeitura e forneça a maior quantidade de informações e detalhes possíveis para que o município cadastre o terreno no portal da Investe SP.
5. O que a prefeitura pode fazer para atrair empresas e melhorar o atendimento oferecido ao investidor?
As principais ferramentas são:
  • Site atualizado, com destaque para as potencialidades econômicas e vocações do município e informações em inglês
  • Material institucional
  • Equipe com domínio do idioma inglês e preparada para atender investidores
  • Informações rápidas e fáceis sobre o município, como incentivos fiscais, infraestrutura, terrenos disponíveis, vocações, polos industriais, saúde, segurança, empresas, etc.
  • Manter um relacionamento próximo com a Investe São Paulo, acionando a agência sempre que necessário e respondendo prontamente às indagações da equipe.
É importante também manter a confidencialidade dos projetos. O vazamento de informações pode fazer com que uma empresa desista de ir para determinada cidade.
6. Posso doar terrenos para atrair empresas a minha cidade?
Cada município constrói a sua própria política de incentivos. Mas é importante que o investidor sinta-se seguro, sabendo que vai estabelecer-se no município sob condições legais e que sejam sustentáveis a longo prazo. A doação de terreno, a isenção fiscal são ações que dependem do que manda a lei orgânica do município, aprovada inclusive pela Câmara Municipal.

Uso de textos e imagens do portal da Investe SP

1. Posso publicar os textos do site da Investe SP em meu site/blog/rede social?
Sim, desde que cite a Investe SP como fonte. No caso de notícias de veículos da imprensa que foram replicados pela agência, cite diretamente a fonte original.
2. Posso utilizar as fotos do site da Investe SP em meu site/blog/rede social?
É possível, desde que o crédito exibido na foto do site da Investe SP seja divulgado. (Ex: Francisco Rosa/Investe SP)
3. Posso sugerir uma notícia para o portal?
Envie um e-mail para imprensa@investesp.org.br. Sua sugestão será analisada pela Assessoria de Comunicação.
4. Como faço para obter fotos e imagens da Investe SP que não estão disponíveis para download no site?
Envie sua solicitação para imprensa@investesp.org.br.

Outras

1. Como obtenho materiais de divulgação (DVD, folder, revista, etc) da Investe SP?
Envie sua solicitação para imprensa@investesp.org.br.
2. Como concorro ao Prêmio Investe SP?
O prêmio Investe SP é entregue às empresas que investem no Estado de São Paulo com o apoio da Investe SP e já iniciaram suas operações.
Por que aparece no menu do site a expressão “Por que São Paulo”, com “por que” separado e sem interrogação?
Não há interrogação, pois trata-se de uma afirmação, em que é formada uma junção entre a preposição “por” e o pronome relativo “que”, com o significado de “por qual razão ou motivo”. Como o substantivo razão ou motivo foi omitido, cria-se tal expressão, também utilizada no título da obra do escritor Italo Calvino: "Por que ler os clássicos".