Alimentos

Entre os principais players do agronegócio mundial, o Estado de São Paulo também se destaca na indústria, no comércio e na prestação de serviços no setor alimentício. Cerca de 35,5% da produção industrial de alimentos no Brasil encontra-se em São Paulo, com destaque para fabricação de açúcar (58% do total nacional), conservas de frutas, legumes e vegetais (48%), laticínios (31%) e café moído (37%), de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – (2011).

O setor de alimentos representa cerca de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) e o faturamento das empresas somou R$ 431,9 bilhões no País, em 2012, sendo R$ 353,9 bilhões em alimentos e R$ 78 bilhões em bebidas. Esse desempenho coloca o setor como o 1º maior em valor bruto de produção da indústria de transformação, segundo a Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (Abia).

Do total de vendas, US$ 43,4 bilhões foram exportados, o que equivale a R$ 84,8 bilhões, ou 20% das vendas totais do setor. De outro lado, as importações de alimentos são bem menos significativas e concentradas em trigo, totalizando US$ 5,6 bilhões. Isso faz do setor da alimentação um dos mais relevantes para a geração de saldo comercial positivo, atingindo, em 2012, US$ 37,8 bilhões, acima do saldo comercial da economia brasileira como um todo, de US$ 19,4 bilhões (Abia – 2012).

Em 2012, apesar do agravamento da crise internacional, os investimentos no setor somaram R$ 11,1 bilhões. É importante salientar que o crescimento das vendas e dos investimentos tem se mantido constante, até mesmo à revelia da desaceleração econômica (Abia – 2012).

Apesar do crescimento tímido do PIB brasileiro, as vendas reais do setor, em 2012, cresceram 4,6%. Esse crescimento tem refletido também no aumento dos empregos. Em 2012, a indústria empregou 1,63 milhão de trabalhadores. Desde 1992, o número de empregados do setor cresceu 91,8% O ritmo anual de crescimento foi de 3,3% significativamente acima da média da indústria da transformação, de 2,6% ao ano (Abia – 2012).

Valor bruto da produção industrial em São Paulo – em R$ mil

Segmento20072008200920102011
Abate e fabricação de produtos de carne 56.681.294 70.517.424 68.282.001 77.898.261 96.007.255
Preservação do pescado e fabricação de produtos do pescado 1.683.863 1.917.019 1.956.647 2.642.356 2.741.665
Fabricação de conservas de frutas, legumes e outros vegetais 12.009.360 10.723.165 12.002.469 13.795.018 16.363.367
Fabricação de óleos e gorduras vegetais e animais 37.605.429 47.254.432 45.199.330 46.422.914 48.846.050
Laticínios 25.454.834 28.938.309 32.546.008 37.047.635 39.752.091
Moagem, fabricação de produtos amiláceos e de alimentos para animais 31.663.500 38.914.466 38.284.824 38.954.265 44.786.720
Fabricação e refino de açúcar 18.730.627 19.781.549 32.904.440 44.474.574 52.808.803
Torrefação e moagem de café 6.302.942 6.504.880 5.221.116 5.450.753 6.924.789
Fabricação de outros produtos alimentícios 27.358.907 32.116.395 35.532.069 41.847.579 48.387.023
Fabricação de bebidas 33.875.183 36.282.698 41.208.036 48.291.190 52.993.681
Fabricação de bebidas alcoólicas 17.807.658 18.692.304 21.399.493 25.540.855 27.597.036
Fabricação de bebidas não-alcoólicas 16.067.526 17.590.395 19.808.544 22.750.335 25.396.646
Total geral de produtos alimenticíos217.490.755256.667.638271.928.905308.533.354356.617.762

Fonte: IBGE – 2011

Franquias

O setor de alimentos também é líder no mercado de franchising. Os números do faturamento e do crescimento da geração de empregos no Franchising  do interior paulista também são muito expressivos se comparados às cidades do interior de outros estados: o faturamento total do setor em 2012 foi de R$ 50,7 bilhões e o número total de empregos gerados em um ano teve um crescimento de 5,66% - saltou de 222.449, em 2011, para 235.046 em 2012, segundo a Rizzo Franchise. 


Por que investir no setor de Alimentos paulista?

Clique aqui para baixar arquivo em pdf com mais informações sobre o setor.

Fale Conosco

Nós convidamos você a descobrir por que o Estado de São Paulo é a escolha certa para seu negócio. A Investe São Paulo está sempre pronta para atendê-lo de forma rápida, eficaz e gratuita. Saiba como a Agência Paulista de Promoção de Investimentos pode assessorar seu projeto em Nossos Serviços ou entre em contato pelo Fale Conosco.