PIB

Diversificada e complexa, a economia paulista é a grande fornecedora de bens de consumo, bens de capital, insumos e serviços para as demais regiões do Brasil e também para o exterior. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE) e a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), o Estado de São Paulo representa 31,49% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro (2017). A riqueza produzida pelo Estado somou mais de R$ 2,06 trilhão, em 2017, o equivalente a R$ 45,8 mil per capita (IBGE e Seade).

A análise da participação dos setores de atividade econômica na geração de riquezas indica o significativo predomínio dos serviços (77,02%) em relação à indústria (21,43%) e à agropecuária (1,56%).

O Estado de São Paulo concentra mais da metade da produção das instituições financeiras brasileiras, sobressaindo-se também nos serviços prestados às empresas (47,91%), serviços de informação (45,43%), saúde e educação (33,85%).

Saiba mais sobre alguns dos principais setores econômicos de São Paulo.

 

Estado de São Paulo - Participação do valor adicionado bruto e do PIB (a preços de mercado) por setores na economia - 2017 
Setor São Paulo / Brasil
Agropecuária 8,89%
Indústria 30,93%
Extrativa mineral 10,79%
Transformação 37,03%
Produção e distribuição de eletricidade, gás, água, esgoto, e limpeza urbana 20,31%
Construção civil 28,22%
Serviçios 32,35%
Comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas 32,75%
Transporte, armazenagem e correio 33,47%
Demais serviços 32,17%
Valor adicionado bruto total 30,78%
Produto Interno Bruto 31,49%
Fonte: IBGE e SEADE.  
   

Venha investir em São Paulo

A Investe SP está sempre pronta para atendê-lo de forma rápida, eficaz e gratuita. Saiba como a Agência Paulista de Promoção de Investimentos pode assessorar o seu projeto em Nossos Serviços ou entre em contato com nossos especialistas no Fale Conosco.